quarta-feira, 18 de novembro de 2009

O diário de Cristina

Já foi amado por tantas pessoas, de tantas formas e em tantas intensidades, mas parece que ainda busca pelo que é o amor. Busca o significado? Busca sentir? O que são, para ele, esses amores "de fora"? Imagino que se espante quando alguém diz que o ama. Será que pensa que são apenas palavras? Será só um coração insatisfeito?

6 comentários:

Luna Sanchez disse...

E eu sigo na tentativa de oferecer algo inédito, um amor maior, especial.

Pretensão minha, de certo, mas a vontade existe e é forte. =\

Beijos, Bela.

ℓυηα

Daniel disse...

A busca é tão intensa e constante que quando dá errado temos medo de errar de novo. E parece que nunca tivemos amor. Mas acho que dá pra amar mais de uma ou duas vezes an vida. Talvez até mais.
Beijos

.ana disse...

às vezes as pessoas não conseguem identificar o amor verdadeiro. talvez por ele ser algo muito simples. acho que nós é que complicamos, querendo mais e mais.

beijos!

Emerson Souza disse...

Eu tenho uma teoria que vc só sabe que era amor quando perde (aí sofre, as canções bregas te perseguem e tal). Então a busca seria por perder um amor pra poder encontra-lo, o que justificaria muita coisa.
Bjus.

Diana Valentina disse...

cristina,
tem um texto da clarice lispector que diz mais ou menos assim: "Eu amo de verdade aqueles pra quem eu digo isso, e me irrito de forma inexplicável quando não botam fé nas minhas palavras."

é né? rs.
se eles não entendem a gente não pode fazer muia coisa.

▒▓█► JOTA ◄█▓▒ disse...

ººº
Passei p'ra ver as novidades, rs


Ѽ Beijos daqui Ѽ

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin