quarta-feira, 4 de março de 2009

Momentos


De repente não se pode medir o tempo
e não há palavras nem silêncio
existem olhares e toques
sussurros, suspiros
beijos de tirar o ar
De repente somos só eu, você
uma música, pouca luz,
sorrisos e prazer.

3 comentários:

[ rod ] disse...

Nada mais gracioso do que palavras em sussurro, olhares e gestos a dois... e um ar de cumplicidade.

Bjs moça,





Novo Dogma:
maRcas...


dogMas...
dos atos, fatos e mitos...

http://do-gmas.blogspot.com/

Davi disse...

Sou um ferrenho defensor de atos de carinho à meia-luz.
Versos de cumplicidade são os melhores!
Abraços :)

Emerson Souza disse...

Isso pode ser bom mesmo.
Bjus.

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin