quarta-feira, 8 de julho de 2009

Desatino

Você é um desacato, me faz desacreditar no perigo, desafiar a lógica, é um desajuízo.

Não me desajusta: me desafia, me desbloqueia, me desarma.

Você é meu desatino, desarticula minhas palavras, me desalinha com sua presença, me desapruma com seu beijo.

E desabrochada por tanta paixão, desobrigo-me de maiores explicações.

10 comentários:

Emerson Souza disse...

Isso parece ser perigoso...mas pode, também, ser interessante enquanto desafio.
Bjus.

.ana disse...

adoreeeiii!
se joga!!! hehehheh ;)
o máximo é cair [mais uma vez.]. quem nunca passou por isso???

bjooos!!

Luna Sanchez disse...

E tenho dito!!!

Apoiadíssima, Bela. Adorei a determinação.

Beijos,

ℓυηα

O Profeta disse...

Haverá?! Há sempre uma deusa perdida
Nos labirintos da contradição
Há sempre alguém que usa a palavra amor
Soprando doce veneno ao coração
Há sempre alguém que nos diz coisas tontas
Há sempre alguém que afugenta a Saudade
Há sempre alguém que nos marca a ferro frio
Há sempre uma alma ausente da verdade


Boa semana


Doce beijo

Vladir Duarte disse...

Isso sim é paixão de verdade!!!

Roberta C. Linãres disse...

Virgem Maria que coisa boa!

Bjo

Rafael disse...

Se passar um motoqueiro ali vai arrancar a cabeça dos dois.

Deise Leal disse...

so vale mesmo quando é assim! vai fundo amiga!
beijos

Gabriela Angeli disse...

Oi, Bela! Li isso aqui e vou mandar para meu namorado! rs

Explica bem nossa relação, mesmo depois de tantos anos...

Beijos!

Márcio Luiz Soares disse...

Muito belo, Bela!
Me DESmanchei, me DESfiz, boquiaberto com o arranjo das palavras, não consegui me DESgrudar do texto, estou até agora sem conseguir DEScrever o quanto me identiquei, ou que sentimento DESpertou em mim. Apenas sei que gamei. Beijo. Desabotoado.

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin