quinta-feira, 2 de julho de 2009

Poder...

O poder enquanto verbo

o famoso eu posso

este é o verdadeiro poder

não tem nada a ver com táticas

não tem nada a ver com posses

tem a ver com capacidade

tem a ver com decisão

um certo domínio sobre si

uma coragem de realizar mudanças necessárias

o reconhecimento de que o perfeito é ideal

o reconhecimento de que o aperfeiçoamento é contínuo

a disposição de fazer acontecer aquilo que se deseja

a disposição de provocar ensejos.

4 comentários:

Tetê disse...

Bela,

de poder não entendo coisa alguma...
mas entendo de capacidade e disposição
!!


Belas palavras, Bela!!


BjOO

O Profeta disse...

Uma paixão desapaixonada
Uma razão desencontrada
Uma palavra vazia de sentido
Uma inquietação gerada do nada

A calmaria é o fim da tempestade
Ou será o princípio da tormenta?!
As velas recolhem o vento
Minha alma acolhe o que o coração inventa


Boa semana



Doce beijo

Luna Sanchez disse...

Bela,

O querer/poder, tem que passar pela fase da palavra proferida. Acho que é uma das etapas, tão importante quanto as outras.

* Te indiquei para um selo que recebi. Dá uma olhadinha lá no blog, tá bom, flor?

Um beijinho,

ℓυηα

Roberta C. Linãres disse...

As palavras tem todo o poder.Creio piamente nisso.

Bjo.

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin